O Amplifica é uma ferramenta de escuta e interação social criada para conectar audiências de veículos jornalísticos, criada a partir de mais uma parceria entre a Revista AzMina e o Núcleo.

Esse projeto inovador acompanha perfis de pessoas que toparam participar de nossas comunidades amplificadas, e com ele é possível analisar os principais assuntos e trazer mais informações sobre nossas audiências. O objetivo é constantemente escutar leitores e leitoras, a fim de produzir o melhor jornalismo possível, com maior potencial de interesse e mais impacto para todos.

Nesta segunda-feira (11.abr) o projeto completou a primeira fase de desenvolvimento e, com isso, disponibiliza ao público uma página especial para explorar as publicações e dados da nossa comunidade no Twitter. O desenvolvimento da fase beta do projeto contou com a participação de cerca de 200 tuiteiros dos dois veículos que toparam essa empreitada conosco.

Comunidade Amplifica
Uma parceria do Núcleo com AzMina para escutar nossas comunidades

A partir deste painel, conseguimos extrair quais termos estão sendo mais usados pela nossa comunidade, quais são as hashtags mais populares, os tweets em alta publicados pela nossa audiência e os links compartilhados.

Com as informações será possível nos aproximar da nossa audiência, ouvir o que realmente interessa, engajar diretamente com as pessoas que curtem o nosso trabalho e amplificar os assuntos importantes para a nossa comunidade.

A segunda fase do projeto será focada no aperfeiçoamento da ferramenta e análises e no desenvolvimento de novas funcionalidades. Além do monitoramento das conversas, será criada uma ferramenta para interação com a audiência. Para isso, precisamos aumentar a nossa comunidade no AMPLIFICA.

Os interessados podem se inscrever neste formulário.

O Amplifica foi o projeto parceria entre AzMina e Núcleo selecionado pelo Desafio da Inovação da Google News Initiative na América Latina.

O Amplifica em breve será aberto a outras organizações jornalísticas que quiserem participar do projeto e ter acesso a ferramentas de análise de dados e gerenciamento de comunidades. O projeto será open-souce, ou seja, terá seu código aberto a todos, tanto por transparência quanto para replicação de terceiros.

Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .



Leia também...