SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

Jack Dorsey, co-fundador e CEO do Twitter até dezembro passado, está animado com a nova fase da empresa, com capital fechado e sob o controle absoluto de Elon Musk.

Em um fio no Twitter iniciado com a música Everything in its right place, do Radiohead, hospedada no Tidal, streaming da sua empresa, a Block (ex-Square), Dorsey disse que acredita que o Twitter ninguém deveria possuir ou comandar o Twitter, mas que Elon é “a única solução em que confio”.

Confira, abaixo, uma tradução livre das mensagens de Dorsey:

Eu amo o Twitter. O Twitter é a coisa mais próxima que temos de uma consciência global.

A ideia e o serviço são tudo o que importa para mim e eu farei o que for necessário para protegê-los. O Twitter enquanto empresa sempre foi minha dor e meu maior arrependimento. Ele tem sido propriedade de Wall Street e do modelo de publicidade. Pegá-lo de volta de Wall Street é o primeiro passo na direção certa.

Em princípio, não acredito que ninguém deveria possuir ou comandar o Twitter. Ele [o Twitter] quer ser um bem público em um nível de protocolo, não uma empresa. Para solucionar o problema de ser uma empresa, porém, Elon é a única solução em que confio. Confio em sua missão de expandir a luz da consciência.

O objetivo de Elon de criar uma plataforma que seja “confiável ao máximo e amplamente inclusiva” é o correto. Esse também é o objetivo de @paraga [atual CEO do Twitter], e por que o escolhi. Obrigado aos dois por tirar a empresa de uma situação impossível. Este é o caminho correto…Acredito nisso do fundo do coração.

Estou tão contente que o Twitter continuará servindo ao debate público. No mundo inteiro, e rumo às estrelas!

Via @jack/Twitter (em inglês).

Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...