Nem só de conteúdo editorial vive o Núcleo. Além das reportagens semanais, notas rápidas e newsletters com curadoria, desenvolvemos produtos de tecnologia que ajudam a investigar as políticas e discussões das redes sociais e o impacto delas na sociedade.

É o caso do Monitor Nuclear e do Science Pulse, ferramentas gratuitas que monitoram perfis de políticos brasileiros e da comunidade científica nas redes. Para facilitar o consumo e a análise das informações coletadas, criamos diversos recursos de automação, incluindo:

  • Bots (Twitter e Telegram);
  • Aplicações;
  • Newsletters automatizadas.

O objetivo é fazer com que a informação chegue ao público no formato que ele prefere consumir, seja usando a ferramenta completa, rolando no feed do Twitter, recebendo por e-mail ou explorando no chat do Telegram.

Para atingir todo mundo de forma mais eficiente, a gente automatiza.

JÁ DISPONÍVEIS

No último mês, lançamos o robô do Monitor Nuclear no Twitter, que apelidamos de Weber e que agora tem também uma versão no Telegram. Ele envia de forma automática os tweets mais populares publicados por políticos brasileiros nas últimas horas.

O Science Pulse já tem recursos automatizados desde setembro de 2020, com o objetivo de facilitar o acompanhamento dos posts mais populares entre cientistas, especialistas e organizações renomadas da ciência.

Para isso, foram criados o robô no Twitter, no Telegram e as newsletters automatizadas, que chamamos de Despacho Diário e Despacho Semanal.

Cada produto tem uma especificidade no formato de distribuição do conteúdo, permitindo mais ou menos funcionalidades e detalhes dependendo da plataforma usada. Em breve, será lançada uma versão dos Despachos automatizados para o Monitor Nuclear.


Leia também...