As gravadoras estão forçando os artistas a fazer TikTok?

Receba de graça a newsletter Garimpo


Hoje em dia, a maior glória de uma música é bombar no TikTok. Vide "Acorda, Pedrinho".

A rigor não há mal nenhum nisso, mas artistas estão reclamando publicamente que as gravadoras estão forçando-os a criar conteúdo para a plataforma, exigindo uma grande quantidade de publicações semanais e até tentando forjar momentos virais.

"E a minha gravadora está dizendo que não posso lançar a música a não ser que eles consigam forjar um momento viral no TikTok." / "É verdade que tudo que todas as gravadoras pedem são TikToks, e eu levei bronca hoje por não me esforçar o suficiente." / "Quando a gravadora pede para eu fazer meu oitavo TikTok da semana." / "A gravadora está implorando para que eu faça "TikToks lo-fi", então aqui está. Por favor, me ajudem."

Quando "Running Up That Hill" (1985), da Kate Bush, voltou a bombar por causa de "Stranger Things", adivinha qual foi a piada?

A tendência chegou ao Brasil com a mais internacional das nossas cantoras, a Anitta: recentemente, ela disse que sua gravadora internacional só bancaria um clipe novo caso alguma música sua viralizasse no TikTok.

Alguns dias depois, quem bombou na rede das dancinhas foi a Paula Fernandes. Não porque a música ou a coreografia conquistou a juventude tiktokeira, e sim porque a cantora parecia estar um pouco desconfortável durante a performance.

O alento dos artistas que não se adaptaram à tendência é que redes sociais vêm e vão. Talvez daqui a alguns anos o TikTok não tenha mais relevância. Mas enquanto isso...

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso de senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca