SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

A venda do Twitter ao bilionário Elon Musk provocou um êxodo de usuários preocupados com o futuro da rede para o Mastodon, uma alternativa descentralizada e de código aberto.

O Mastodon se parece com o Twitter, mas é diferente em alguns aspectos principais. Talvez o mais importante dele seja a descentralização. Em vez de um lugar central para se cadastrar, como ocorre no Twitter, no Mastodon existem instâncias, ou servidores diversos, que são independentes, mas que podem se comunicar entre si.

A melhor analogia é o e-mail. Alguém com um e-mail no Gmail pode se comunicar com outra pessoa que usa o Hotmail, ou que tem um servidor/domínio próprio.

Tanto é assim que, no Mastodon, o “nome de usuário” sempre vem acompanhado do endereço da instância. O perfil do Manual do Usuário, por exemplo, é @manualdousuario@masto.donte.com.br.

A escolha da instância é importante por dois motivos:

  1. Cada instância tem regras próprias de moderação, de aceitação de novos membros e de relacionamento com outras instâncias. Instâncias grandes e genéricas, como a mastodon.social, não diferem muito da experiência do Twitter.
  2. Ao contrário do e-mail, a instância oferece interação entre seus membros. Numa analogia urbana, é como se a instância fosse um condomínio e todos esses condomínios formassem uma cidade. Existe uma linha do tempo extra, a local, com toots (como são chamados os posts no Mastodon) dos membros da instância. Por isso, é legal participar de uma com que se tenha alguma afinidade — pode ser temática, geográfica ou de idioma.

Abaixo, há uma lista com as instâncias brasileiras ativas e o estado delas no momento:

  • bantu.social: Aberta para novos cadastros, sujeito a revisão manual da administração.
  • colorid.es: Aberta para novos cadastros, sujeito a revisão manual da administração.
  • masto.donte.com.br: Fechada para novos cadastros.
  • mastodon.com.br: Fechada para novos cadastros.
  • ursal.zone: Aberta para novos cadastros, sujeito a revisão manual da administração.

Independentemente da instância escolhida, leia as regras dela antes de começar a postar. Pode parecer bobagem, e algo que ninguém faz no Twitter, mas no Mastodon é algo importante e levado a sério pelos administradores das instâncias.

Para entender melhor o funcionamento do Mastodon, leia esta matéria do Manual do Usuário:

Como seria um Twitter gerenciado pelos próprios usuários, sem a empresa Twitter? Assim
O Twitter, uma rede social comercial, é cheio de problemas. Diferente dele, o Mastodon, rede social de código aberto e federada, se apresenta como alternativa mais saudável e respeitosa.
Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...