SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

No sábado (12.fev) foi possível assistir a trechos ao vivo da final do Mundial de Clubes entre Chelsea e Palmeiras (2x1 pros britânicos) no YouTube, atraindo dezenas de milhares de pessoas, embora a plataforma de vídeos não tivesse parceiros com direito de transmissão.

Isso só foi possível porque algumas pessoas viram uma oportunidade de negócios (ou golpe).

Funciona assim: uma pessoal com algum conhecimento técnico plugou a transmissão ao vivo da Band (que transmitia na TV e no site) no live stream de um canal do YouTube e deixou a imagem da partida na diagonal, pedindo PIX (em geral R$10 ou R$15) para quem quisesse ver com a imagem bonitinha, em tela cheia (não chegamos a pagar pra ver).

Em um dos links, cerca de 60 mil pessoas assistiam à transmissão.

Como uma das coisas mais importantes para o YouTube são direitos autorais, eventualmente esses canais eram suspensos, mas logo após novos canais (pré-criados) já estavam de pé com o mesmo conteúdo.

Às vezes, no meio da transmissão, a pessoa por trás desse gatoTube interrompia o áudio da partida para convocar o espectador a pagar ou acessar seu código promocional do Kwai.

Texto Sérgio Spagnuolo
Edição Alexandre Orrico

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...