Frances Haugen, uma ex-funcionária do Facebook, entrega para o governo americano e para um consórcio de imprensa uma série de documentos que mostram um pouquinho do funcionamento interno da rede e de seu impacto sobre moderação, saúde mental e desinformação.

Esse é o primeiro vídeo de três.

Nele, a jornalista Juliene Moretti conversa com Laís Martins, repórter do Núcleo, Bruna Martins dos Santos (Coalizão Direitos na Rede), Lorena Regattieri (pesquisadora da UFRJ) e Yasmin Curzi (Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da FGV Rio) para entender por que a gente precisa ficar atento com essas revelações.

No próximo, exploramos o papel do Brasil dentro desses documentos e, no último, o que a gente pode esperar para 2022, em relação ao nosso comportamento nas redes.

Essa série é uma parceria entre o canal Além Disso com o Núcleo.

A cobertura brasileira do Facebook Papers
Tudo o que foi publicado por veículos nacionais que tiveram acesso aos documentos

Leia também...