No Brasil, Gettr cresce em posts mas não em engajamento

Plataforma de extrema-direita tem crescimento de 440% no número de publicações de influenciadores, mas engajamento fica estagnado

O Gettr, rede social de extrema-direta criada em 2021 que basicamente copiou o funcionamento do Twitter, viu um significativo crescimento no número de posts publicados por influenciadores na plataforma nos últimos meses. No entanto, esse aumento na atividade não tem se refletido em maior engajamento – principal moeda das redes sociais.

Análise do Núcleo com dados extraídos do Gettr de cerca de 140 influenciadores de direita no Brasil e nos EUA identificou uma notável aceleração no número de posts neste ano (+440% entre jan-jun.2022).


É importante porque...

Gettr é uma esperança da extrema-direita para depender menos de redes sociais como Twitter e Facebook

Ausência de engajamento mostra dificuldade de crescimento do Gettr no Brasil, ao contrário de outras redes que viram substancial aumento de atividade da direita, como o Telegram

Gettr deve, ao menos no curto prazo, continuar uma caixa de ressonância da extrema-direita, sem o mesmo impacto dos concorrentes


Em jan.2022, a média era de pouco mais de 600 posts por semana, número que quadruplicou seis meses depois. Em abr.2022, a atividade na rede passou a superar 2.000 posts por semana dentro dessa amostragem.

O Gettr é uma caixa de ressonância da direita nas redes, criada em 2021 por um aliado do ex-presidente dos EUA Donald Trump como escape para militantes de direita que fogem de políticas de moderação em outras plataformas.

Dois motivos que devem ter contribuído para o aumento de atividade na rede:

  • A notícia do interesse de aquisição do Twitter pelo bilionário Elon Musk, em meados de abril;
  • Uma integração que permite posts cruzados com o Twitter, anunciada em meados de março.

Mas esse aumento na atividade de posts não tem se traduzido em maior engajamento para seus principais influenciadores – gente como o presidente Jair Bolsonaro (PL), seus filhos, ministros e deputados federais governistas.

Bolsonaro, por exemplo, publica tweets com dezenas de milhares de curtidas ou RTs, mas no Gettr posts idênticos sofrem para superar mil likes.

A média do presidente no Twitter é de cerca de 170 mil interações (likes + RTs) por dia em 2022, enquanto no Gettr esse valor é de 6.800 (incluindo comentários).

COMO FIZEMOS ISSO

Os dados foram obtidos a partir de um constante monitoramento automatizado de cerca de 140 perfis de influenciadores e veículos de extrema-direita no Brasil e nos EUA. Acesse os dados agregados neste link.

Para a análise foram considerados 86 perfis de veículos de notícia e influenciadores brasileiros e 50 norte-americanos. Acesse o código da análise aqui.

As estimativas no aumento do número de posts foram tiradas de comunicados (1 e 2) do próprio Gettr e da coincidência com as datas.

Análise Sérgio Spagnuolo
Dados Henrique Rieger
Gráficos Rodolfo Almeida
Edição Julianna Granjeia

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso de senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca