Grupos de esquerda ainda ralam para fazer barulho nas redes