A queda de braço entre Twitter e Justiça de São Paulo pelas vidraças do Itaú