SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

O Twitter é um lugar tóxico no qual basicamente qualquer coisa que você disser pode ser usada contra você, até compartilhar fotos de sorvete.

Como qualquer ser humano, você pode mudar de ideia sobre assuntos de política e da vida em geral ou se arrepender de xingar a operadora de telefonia Claro pelo excesso de ligações de telemarketing. Ou simplesmente pode querer mais privacidade.

Há cerca de dois anos, o diretor de segurança digital do Intercept, Micah Lee, lançou uma ferramenta gratuita que faz o trabalho ingrato de apagar tweets antigos seus, chamada Semipheral.

Dá, inclusive, para criar parâmetros para definir o que deve ou não ser deletado, dependendo do número de likes e RTs.

A ferramenta faz um download de todos os seus tweets (não apenas dos últimos 3.200, que é o limite da API gratuita do Twitter) e permite que você selecione aqueles que não quer apagar.

Uma coisa diferente e legal dessa ferramenta é que ela busca evitar que pessoas da extrema-direita façam uso dela, ao monitorar perfis de "racistas, misóginos, anti-semitas, homofóbicos, neo-nazistas e outros facistas".

Caso você tenha curtido tweets publicados por esses influenciadores da extrema-direita, o Semipheral vai bloquear você no Twitter, o que lhe impedirá de usar a ferramenta.

"Todo mundo merece privacidade nas redes sociais, mas nem todo mundo vai conseguir essa privacidade utilizando esta ferramenta gratuita", diz o site do Semipheral.

Embora seja gratuita, você pode ajudar doando US$1 ou mais (recomendado pra manter o serviço funcionando).

Texto Sérgio Spagnuolo
Edição Alexandre Orrico

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...