Assessor da CBF gera revolta ao expulsar gato de coletiva

Lembraram que esse não é o jeito certo de se pegar um gato — há anos veterinários explicam por que e ensinam outras maneiras no YouTube. Batizado de Hexa, o bichano passa bem #NúcleoNaCopa

Receba de graça a newsletter Garimpo


Gerou revolta nas redes a cena de um gato sendo pego pelo cangote e jogado pra fora da mesa por um assessor da CBF, durante a coletiva do Vini Jr nesta quarta-feira (7.dez).

A Luisa Mell ficou pistola.

Outros consideraram desnecessário, uma loucura.

Até pediram a demissão do homem por ter maltratado o gatinho.

Antes demissão do que socão.

Pelo jeito, o bichinho já vinha rondando por ali faz tempo.

@folha #FolhaeBilónoQatar | No Qatar os gatos estão em todos os lugares —incluindo a sala de imprensa. Neste domingo (4), a fotojornalista Gabriela Biló encontrou um gato ao lado de treino do Brasil. Será sorte? 🍀 🇧🇷 #SportsNews #TorcidaTikTok #gatostiktok #qatarcat🇶🇦🐱🐈 #qatar #qatarworldcup #copadomundo #selecaobrasileira #brasilnacopadomundo ♬ Walking In The Rain (Lofi, Chill, Soft, Contemplative, Lounge, Rest, Rain) - PlaySAFEMusic

Mas esse é o jeito certo de se pegar um gato?

Em uma nota enviada ao UOL, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), disse não ver maus-tratos.

Mas a veterinária Laura Ferreira, especialista em comportamento animal consultada pelo Estadão, afirma que o funcionário da CBF não segurou o gato de forma correta.

Há anos veterinários explicam por que e ensinam outras maneiras.

Felizmente, o bichano, batizado de Hexa, passa bem.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca