SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

A Meta (ex-Facebook) reverteu a queda de usuários, a primeira da sua história, do trimestre passado. Com isso, as ações, que vinham derretendo, deram um salto de 18%.

Dentre os números divulgados, chamaram a atenção os do Reality Labs, o braço da Meta responsável por materializar o metaverso, a nova obsessão de Mark Zuckerberg.

No primeiro trimestre de 2022, o Reality Labs deu um prejuízo de US$2,96 bilhões, aumento de 64,4% em relação ao mesmo período de 2021. A divisão já emprega 17 mil pessoas.

No Facebook, Zuckerberg reiterou a estratégia de subsidiar a construção do metaverso com o dinheiro da família de aplicativos da empresa.

Nos próximos muitos anos, o nosso objetivo de uma perspectiva financeira é gerar renda operacional suficiente da Família de Apps [Facebook, Instagram e WhatsApp] para financiar o aumento do investimento no Reality Labs enquanto crescemos nossa lucratividade no geral. Infelizmente, isso não acontecerá em 2022 devido aos ventos contrários, mas não demorará mais do que nosso objetivo ou expectativas.

Via Game Developer, @zuck/Facebook (ambos em inglês).

Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...