SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

A partir de agora, os motoristas da Uber terão mais informações de antemão para ajudá-los na decisão de aceitar ou não uma corrida.

A novidade, que já vinha sendo testada em algumas cidades, foi expandida nesta terça (5.abr) para “municípios de médio e grande porte de todas as regiões do país, inclusive São Paulo, Brasília e outras capitais”.

O QUE MUDA? O novo cartão de oferta, como é chamada a tela de aceite/recusa de corridas no app do motorista, está mais detalhada.

No novo modelo, o cartão de oferta passa a exibir o valor da corrida e o adicional de tarifa dinâmica, quando ela estiver vigente, e os endereços exatos de partida e chegada.

Dois prints do aplicativo da Uber para motoristas, mostrando o antes e o depois do cartão de oferta.
Imagem: Uber/Divulgação.

E OS VALORES, MUDAM? Segundo a Uber, sim: “No modelo anterior, os ganhos do motorista parceiro eram calculados apenas com base em valores fixos de tempo e distância da viagem, e o cartão de oferta mostrava somente uma estimativa do percurso até o ponto de encontro do usuário.”

“No novo modelo, para que o motorista saiba exatamente o quanto vai ganhar por uma viagem antes de aceitá-la, o cálculo de ganhos deixa de ser fixo e passa a incluir mais variáveis além de tempo e distância, como o trajeto até o passageiro, o horário do dia e o perfil da viagem.”

Isso significa, também, que o ganho do motorista fica condicionado a “mudanças significativas” em relação ao pedido original, como um tempo maior de viagem, da mesma forma que os valores às vezes se alteram para os passageiros.

FICOU MELHOR? A Uber afirma que o novo cartão de oferta atende a uma demanda de longa data dos motoristas, que é saber, antes de aceitar uma corrida, o destino dela.

Só que, apesar dessa boa novidade, o anúncio da Uber não agradou a categoria. Em São Paulo, segundo o G1, muitos motoristas reclamam que o valor fixo causou uma redução significativa em seus ganhos. A Uber nega ter alterado taxas e o funcionamento da tarifa dinâmica.

No Rio, o Sindicato dos Prestadores de Serviço por Aplicativo do Rio (Sindmobi) elogiou o fato de agora a Uber mostrar o destino das corridas aos motoristas antes deles aceitarem a corrida, mas criticou valores, segundo o Extra.

“O que tem acontecido é que os valores das corridas para os passageiros aumentou, mas o ganho dos motoristas não foi reajustado. Enquanto não houver reajuste das corridas, o número de cancelamentos ainda vai continuar acontecendo, infelizmente”, disse Luiz Corrêa, presidente do Sindmobi.

E PARA OS PASSAGEIROS? No comunicado à imprensa, a Uber diz que nada muda para os passageiros.

Já os motoristas entrevistados pela reportagem do G1 afirmam que os cancelamentos podem aumentar, principalmente nas corridas curtas/de valor menor.

“O público vai sentir. Vão acabar cancelando ainda mais”, disse o motorista Kleber Marcos de Souza.

Via Uber, G1, Extra.

Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...