SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

O Washington Post descobriu que a Meta, que antes se chamava Facebook, pagou uma consultoria republicana para orquestrar uma campanha difamatória contra o TikTok nos Estados Unidos.

COMO É QUE É? O jornal revisou e-mails trocados por funcionários da consultoria, a Targeted Victory, uma das mais poderosas e que tem o partido Republicano como um dos seus principais clientes.

Nas mensagens, funcionários bolavam abordagens para pintar o TikTok como uma ameaça às crianças norte-americanas e à sociedade e, ao mesmo tempo, insuflar um suposto risco do fato de ser um aplicativo de origem chinesa.

A ESTRATÉGIA. Entre as investidas da Targeted Victory, uma muito recorrente era “vender” pautas a jornais locais de supostas tendências (trends) perigosas que teriam nascido no TikTok, como uma que estimulava crianças a darem um tapa em professores e outra relacionada a atos de vandalismo em escolas.

Essas duas tendências não existiam no TikTok e as primeiras referências a elas apareceram no Facebook, segundo o Post.

AINDA TEM MAIS. Artigos e colunas de opinião inflamatórias e cartas ao editor, todas contrárias ao TikTok e com foco em distritos eleitorais chaves, também estavam no cardápio da consultoria.

Em nenhum caso havia menção ao investimento feito pela Meta ou à empresa em si.

“Seria um sonho emplacar notícias com manchetes do tipo ‘Das dancinhas ao perigo: Como o TikTok se transformou na rede social mais danosa para crianças’”, escreveu um funcionário.

O QUE DIZEM AS EMPRESAS.

  • Um porta-voz da Meta não só confirmou, como defendeu a campanha: “Acreditamos que todas as plataformas, incluindo o TikTok, devem encarar um nível de escrutínio consistente com seu sucesso crescente.”
  • Já o do TikTok expressou surpresa ao jornal norte-americano: “[Estamos] profundamente preocupados com as notícias de supostas ‘trends’ que não foram encontradas na plataforma.”

Via Washington Post (em inglês).

Leia a cobertura do Núcleo sobre Meta e TikTok.

Meta - Núcleo Jornalismo
Com reportagens, análise de dados e desenvolvimento de tecnologia, o Núcleo é iniciativa que explora como as redes sociais impactam a vida das pessoas.
TikTok - Núcleo Jornalismo
Com reportagens, análise de dados e desenvolvimento de tecnologia, o Núcleo é iniciativa que explora como as redes sociais impactam a vida das pessoas.
Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...