SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

Um novo estudo publicado pelo professor de ciência da computação Douglas Leith, do Trinity College, de Dublin, Irlanda, acusa dois aplicativos básicos do Google pré-instalados em muitos celulares Android, o Discador e o Mensagens, de coletarem e enviarem dados sem o consentimento dos usuários e, pior, sem lhes dar uma chance de negar (opt-out).

Os dados são enviados ao Google Play Services Clearcut e ao Firebase Analytics, ambos do Google, e permitem identificar os dispositivos envolvidos, os números dos telefones e, no caso das ligações, a duração da chamada. Leith acredita que o atual funcionamento deles viole a GDPR, lei de proteção de dados pessoais da Europa, mas admite que implicações jurídicas transcendem o escopo do estudo.

O Google reconheceu a validade das descobertas e disse estar trabalhando em conjunto com o pesquisador desde novembro de 2021, quando ele procurou a empresa, para mitigar os problemas encontrados nos dois aplicativos.

Via The Register (em inglês).

Publicado em parceria com o Manual do Usuário

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...