SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

O Twitter informou na noite de sexta-feira (25.fev) estar ativamente monitorando tweets sobre o conflito armado na Ucrânia, a fim de detectar uso indevido de sua plataforma para propagar desinformação.

Essa semana, forças da Rússia adentraram o país vizinho, na primeira invasão de grande escala em um país Europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

Em uma série de tweets, a plataforma listou algumas de suas ações sobre o conflito. Veja abaixo os principais:

  • A plataforma disse estar de olho em perfis de alta visibilidade – como de jornalistas, ativistas, autoridades e agências de governos – para mitigar tentativas de invasão ou manipulação;
  • Tem promovido veiculação de contexto acerca da crise, incluindo conteúdo em suas ferramentas Momentos e Eventos;
  • Para usuários de Rússia e Ucrânia foram suspensas algumas recomendações de tweets para pessoas que não acompanham a timeline principal, com a finalidade de reduzir o acesso a conteúdo abusivo;
  • O Twitter temporariamente suspendeu anúncios na Ucrânia e na Rússia;

Veja aqui o fio do anúncio do Twitter (em inglês e em russo).


Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...