SIGA O NÚCLEO NO TELEGRAM:

Em decisão proferida em 18.fev, o ministro do STF Alexandre de Moraes ordenou que o Telegram desative canais ligados ao blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, informando que, em caso de descumprimento, o aplicativo poderá ser punido com multa diária de R$100 mil e suspensão de seu funcionamento por prazo inicial de 48 horas.

Até a manhã de 26.fev o canal continuava ativo, com quase 128 mil inscritos.

Segundo a decisão, devido ao alcance de seu perfil no aplicativo, o blogueiro utiliza o canal para "propagação de ataques ao Estado Democrático de Direito, ao Supremo Tribun al Federal, ao Tribunal Superior Eleitoral e ao Senado Federal, além de autoridades vinculadas a esses órgãos."

O blogueiro de ultra-direita fez provocações à decisão de Moraes e aparentemente criou um canal novo de backup, que já tem quase 10 mil inscritos.

Considerando a pressão que o Tribunal Superior Eleitoral também vem exercendo sobre o aplicativo de mensagens e o fato que a empresa não parece estar interessada em responder às tentativas de comunicação do judiciário brasileiro, a suspensão, ainda que temporária, do aplicativo nos próximos meses parece cada vez mais provável.

O TSE não está nada feliz com o Telegram
Ministros discutirão providências na volta do recesso; Barroso já ventilou banimento do serviço em território nacional
Texto Lucas Lago
Edição Sérgio Spagnuolo

Apoie o Núcleo Núcleo Jornalismo para se juntar à conversa. Comentários: .


COMPARTILHE: Link copiado!

Leia também...