Funcionários do Facebook confiam menos na liderança da empresa, revela pesquisa interna

Relação com superiores diretos é boa, mas confiança na liderança despencou em seis meses

A cada semestre, o Facebook (agora chamado Meta) faz uma pesquisa interna junto aos funcionários, chamada Pulse, para saber a percepção deles em relação à empresa. O Insider obteve a última, divulgada internamente neste mês de novembro, e o moral está baixo nos domínios de Mark Zuckerberg.

Pouco menos da metade (49%) dos funcionários confiam na liderança da empresa, um tombo de 7 pontos percentuais em relação ao primeiro semestre. Outro dado curioso é que a fatia dos funcionários que pretendem continuar trabalhando no Facebook segue caindo, agora é de 47%, queda de 2 pontos percentuais.

Respostas positivas em relação ao Facebook, como “otimismo” e “orgulho”, também caíram — “otimismo” capotou 11 pontos percentuais para 51% e orgulho, caiu 7 pontos para 55%.

Perguntas relacionadas a superiores diretos divergiram do padrão e receberam respostas bem positivas — 85% positivas para pessoal, 83% para colaboração e 85% para impacto das equipes.

Via Insider (em inglês).


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso de senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca