Grupos e canais bolsonaristas no Telegram monitorados pelo Núcleo, muitos com dezenas de milhares de seguidores, foram a loucura na tarde desta quinta-feira, após a publicação de uma “Declaração à Nação” pelo presidente Jair Bolsonaro, no qual diz que nunca teve intenção de agredir “quaisquer dos Poderes”.

Alguns apoiadores anunciaram um desembarque da base bolsonarista em modo full pistola, enquanto outros acreditam que há uma mensagem cifrada por trás da nota, que teria sido escrita em conjunto com o ex-presidente Michel Temer, segundo a CNN Brasil.

As mensagens se confundiam: Enquanto alguns usuários anunciavam sua decepção com Bolsonaro, outros – em menor número – reafirmaram seu apoio ao governo.

Quem também foi alvo de reações mistas foi Zé Trovão, o líder caminhoneiro ex-apoiador do Bolsonaro que anunciou sua ruptura com o presidente em vídeo gravado no México, onde está foragido da Justiça brasileira.

Na nota divulgada nesta quinta-feira, o presidente adotou tom conciliatório. Ele diz ainda que algumas de suas palavras, encaradas por muitos como “golpistas”, nas manifestações de 7 de setembro decorreram do “calor do momento”.

Em seu canal, Allan dos Santos, fundador do canal bolsonarista Terça Livre, postou uma mensagem sobre “erros”, possivelmente em referência à nota de Bolsonaro. Um usuário respondeu: “Me sinto um palhaço.”

Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Leia também...