Na noite de 4 de agosto, o presidente Jair Bolsonaro publicou no Facebook quatro documentos que, segundo ele, comprovam fraude eleitoral -- na verdade não comprovam isso, e sim mostram que o site do TSE foi invadido, são sistemas separados.

Um dos aspectos curiosos dessa divulgação bizarra foi a escolha da rede social Brasileiros, construída sobre a plataforma de código aberto Mastodon, para hospedar os documentos linkados no Facebook.

Nessa obscura rede social, há um perfil com o nome Bolsonaro com apenas 88 seguidores, 26 posts e basicamente nenhum engajamento. Não está claro se é o oficial ou apócrifo, mas os links divulgados nas contas oficiais do presidente no Facebook e em outras redes, no entanto, direcionam para PDFs nessa rede social.

Recentemente, Bolsonaro entrou oficialmente na rede social de extrema-direita Gettr, onde pode tentar fugir de moderação em seus posts. Ele tem mais de 160 mil seguidores lá.


É importante porque...

  • Mostra uma intricada rede obscura de apoio online do presidente

Texto Sérgio Spagnuolo
Edição Alexandre Orrico

Leia também...